Digite abaixo o que você procura

5 maneiras de melhorar o sinal Wi-Fi na sua casa

13 de novembro de 2020

Quem gerencia o acesso à internet em escritórios ou residências maiores, como sobrados, sabe que o alcance de sinal nem sempre é o mesmo em todos os cômodos da casa. Isso acaba se tornando um incômodo, pois “pontos cegos” ou sem cobertura podem comprometer a usabilidade de itens de casa inteligente.

Para garantir que seus equipamentos conectados à rede funcionem de maneira adequada, é importante garantir que a intensidade do sinal seja adequada em todos os pontos da casa. Como fazer isso se há limitações naturais de alcance por parte dos roteadores?

Algumas das dicas que listamos aqui podem ajudá-lo. Desde considerar um melhor posicionamento para o roteador até utilizar repetidores de sinal, são várias as maneiras de tornar a propagação de sinal mais eficiente. Veja 5 maneiras de melhorar o sinal Wi-Fi na sua casa. 

1. Avalie um melhor posicionamento para o roteador

O ponto de partida da distribuição de internet na sua residência é o roteador: quanto mais afastado você estiver dele, menor será o alcance da rede. Por isso, para melhorar a qualidade do sinal é preciso analisar se o posicionamento dele é o mais adequado ou se não há muitos obstáculos próximos ao equipamento.

A propagação de ondas é mais intensa de cima para baixo e para os lados, o que significa que posicionar o aparelho no alto é mais interessante do que colocá-lo no chão ou atrás de outros móveis. Alguns itens, como espelhos, aquários e telefones sem fio podem causar interferência, portanto afaste o roteador deles.

2. Alterne entre as frequências 2,4 GHz e 5 GHz

Roteadores mais novos costumam disponibilizar duas faixas de frequência: 2,4GHz e 5GHz. A primeira, mais antiga, mas comumente encontrada na maioria das residências, suporta menos aparelhos conectados simultaneamente, o que pode ocasionar em congestionamentos na conexão. Já a segunda tem amplo espectro e suporte a mais conexões.

O ideal é ter um roteador dual-band, ou seja, com suporte às duas frequências, pois isso permitirá que você as utilize simultaneamente. Inclusive, fique atento às especificações técnicas dos seus equipamentos: muitos deles são programados para operar em apenas uma das frequências.

3. Mantenha o roteador sempre atualizado

Qual foi a última vez que você atualizou o firmware do seu roteador, você se lembra? Muitos usuários nunca fizeram isso e o resultado é um aparelho operando com um sistema defasado e suscetível a falhas de segurança. Versões mais antigas de software podem ser responsáveis por eventuais lentidões no tráfego de dados.

Portanto, consulte o manual do seu aparelho para verificar qual é a melhor forma de atualizá-lo. Aparelhos mais modernos contam com recursos de atualização automática, mas modelos mais antigos podem requerer o download manual de updates e patches de segurança. É importante que você cheque isso pelo menos uma vez a cada três meses.

4. Reinicie o roteador com frequência

Outro hábito comum que muitas pessoas têm é o de jamais reiniciar o roteador – a menos quando há necessidade de fazer isso em razão de problemas de conexão. Ainda que esses equipamentos tenham sido criados para funcionarem ininterruptamente sem problemas, reiniciá-lo manualmente de tempos em tempos é recomendado.

O funcionamento contínuo do roteador aquece os componentes e, quando ele opera somente em temperaturas mais altas, a vida útil do produto diminui. O ideal é desligá-lo quando a rede não estiver em uso, mas simples intervalos de cinco a dez minutos ao menos uma vez por dia já são suficientes para renovar a conexão e não sobrecarregar o aparelho.

5. Recorra a um repetidor de sinal

Mesmo os roteadores mais potentes têm um limite de alcance, e ele pode ser menor do que o indicado pelo fabricante se houver muitos obstáculos no meio do caminho. Nesse caso, a melhor forma de fazer com que o sinal chegue a pontos mais distantes da base é utilizando repetidores de sinal.

Como o nome indica, esses equipamentos repetem o sinal da base e o amplificam. Portanto, eles precisam ser colocados ao alcance do sinal para que sejam mais efetivos. Você pode espalhar quantos repetidores precisar e, em pequenos ambientes, alguns modelos podem ser utilizados como roteadores secundários.

…..

Não deixe que o sinal fraco de internet seja um empecilho para ter uma casa conectada. Com ações simples é possível melhorar a qualidade do sinal e ter mais conforto e tranquilidade em qualquer cômodo da residência.