Digite abaixo o que você procura

Internet das Coisas: a nova era tecnológica

Tudo que você imaginar pode ser conectado à internet e a transformação que isso pode causar na sociedade ainda é imensurável. E IoT já é uma realidade. Você está pronto?

17 de abril de 2020

Tudo que você imaginar pode ser conectado à internet e a transformação que isso pode causar na sociedade ainda é imensurável. E IoT já é uma realidade. Você está pronto?

A IoT é uma rede imensa de “coisas” conectadas (o que também inclui pessoas). O relacionamento será entre pessoas-pessoas, pessoas-coisas e coisas-coisas e isso vai transformar a maneira como trabalhamos e vivemos.

Pense em alguma coisa. Qualquer coisa. Agora imagine essa coisa conectada à internet: o que ela pode fazer? É realmente impressionante pensarmos nisso. 

Talvez não tenhamos nos dado conta de todas as transformações tecnológicas que estão acontecendo nesse exato momento e como elas estão modificando drasticamente a nossa forma de viver, e em todos os sentidos: vida, casa, trabalho…

Cada evolução que a tecnologia apresentou até aqui impactou a vida das pessoas e da sociedade. Muitas dessas criações permitiram saltos gigantescos de desenvolvimentos na história da humanidade e a Internet das Coisas (IoT) promete ser um novo salto.

A nova revolução tecnológica apresentada pela Internet das Coisas é capaz de “dar vida” aos objetos e isso significa que a rotina de trabalho, e até mesmo das casas, como as conhecemos hoje, mudará significativamente.

MAS, AFINAL, O QUE É ESSA TAL INTERNET DAS COISAS?

Os carros voadores ainda não são uma realidade (ainda), mas a transformação está acontecendo nesse exato momento e se chama Internet das Coisas.

Quando falamos COISAS é exatamente isto. Significa que qualquer coisa que você possa imaginar – desde de equipamentos da casa até uma brota de uma plataforma de petróleo – tudo pode ser conectado à internet. E isso transforma absurdamente o modo como vivemos em sociedade.

Os trabalhos, as casas e as pessoas serão impactados de forma significativa com o avanço da Internet das Coisas.

Mas para quê raios eu preciso de um monte de dispositivos conversando entre si? Te contamos. 

Você acorda com as cortinas do seu quarto se abrindo sozinhas e, quando desce para cozinha, o café já está passado te esperando. Ao entrar no carro, seu celular identifica que você tem uma reunião e que seu trajeto está congestionado devido a um acidente e envia automaticamente uma mensagem avisando sobre seu atraso para a pessoa com quem tem compromisso. 

Quando chega no local da reunião, a garagem se abre ao reconhecer seu carro. A porta da empresa também se abre sozinha ao reconhecer seu rosto. Ah! A máquina da sua sala também detecta que os suprimentos estavam acabando e encomenda automaticamente mais material.

Podemos contar milhares de situações como as coisas conectadas à internet podem acontecer e como elas vão impactar sua rotina.

Dos serviços mais simples ao mais complexos da casa, a IoT vai revolucionar seu jeito de viver.

A Internet das Coisas deve proporcionar muitas mudanças positivas, especialmente nas áreas da saúde e segurança, operações comerciais, desempenho industrial e questões ambientais e humanitárias globais.

A questão é que a nova ordem do futuro é que “tudo que puder ser conectado, será conectado”. E, por isso, é preciso observação para pensar grande em tudo que isso pode significar. A Internet das Coisas conecta sensores, mede, avalia, reúne e cruza dados. E quando pensamos na quantidade de dados que serão analisados em tempo real, percebemos que a Internet das Coisas é muito maior que comandar objetos.

A estimativa é que até 2020 devam existir mais de 26 bilhões de dispositivos conectados (alguns até estimam que esse número seja muito maior, mais de 100 bilhões). Na prática, isso representa muitas, mas muitas conexões e dados sendo lidos em todo mundo e transformados em ações práticas que facilitarão nossa rotina. 

Seja na indústria, com correções automáticas de problemas identificados por essas conexões que podem corrigir erros pelo próprio sistema, diminuindo desperdícios e evitando falhas, ou ainda, aumentando a precisão de um diagnóstico médico por meio de dispositivos conectados que podem monitorar os exercícios e hábitos de sono de um paciente, por exemplo, (técnicas as quais o médico não tem acesso hoje). A Internet das Coisas já é uma realidade e sua evolução não para de acontecer.

A IoT NÃO É TÃO NOVA ASSIM

O termo Internet das Coisas é uma tradução do inglês Internet of Things, também conhecido pela abreviação IoT e foi mencionado pela primeira vez em 1999, pelo criador da expressão, o empresário Kevin Ashton. Lá se vão mais de 20 anos…

Mas muito antes de Ashton, o conceito de dispositivos conectados já existia. Um exemplo disso é a conexão dos primeiros telégrafos elétricos desenvolvidos na década de 1830.

O grande boom tecnológico aconteceu nos anos 2000, principalmente com a expansão e o acesso à internet. Para se ter uma ideia, em 2008, 34 milhões de brasileiros tinham acesso à internet. Hoje, 70% da população está conectada. Isso inclui metade da população rural e das classes D e E que agora têm acesso à internet. Os dados são da pesquisa TIC Domicílio.

Todo esse acesso e conexão está potencializando o crescimento da Internet das Coisas e tornando as novas tecnologias mais democráticas.

A POSITIVO CASA INTELIGENTE E A INTERNET DAS COISAS

Foi percebendo que o futuro das casas passa obrigatoriamente pela Internet das Coisas que a Positivo Tecnologia lançou nesse ano uma nova linha de soluções para as casas brasileiras: a Positivo Casa Inteligente.

A proposta é democratizar o acesso das pessoas para que todos possam tornar suas casas mais conectadas e desfrutar de ambientes mais eficientes, econômicos e seguros.

A Positivo Casa Inteligente oferece diversas soluções inteligentes a preços acessíveis, permitindo que todas as pessoas possam desfrutar dos benefícios de uma casa inteligente com a tecnologia IoT.

Nesse exato momento, você já pode controlar vários equipamentos da sua casa, de onde você estiver, pelo seu smartphone e por controle de voz.

São Smart Câmeras Wi-Fi que permitem ver em tempo real o que acontece na sua casa (e até mesmo ouvir e falar com quem estiver lá) e Smart Plugs que mostram na tela do seu celular quanto cada equipamento consome de energia elétrica e ainda permitem ligar e desligar esses equipamentos de qualquer lugar.

Já as Smart Lâmpadas Wi-Fi possibilitam escolher uma infinidade de cores com um único clique; Sensores de Movimento de portas e janelas que conectados a uma Smart Central protegem sua casa; e o Smart Controle Universal, que possibilita abandonar todos os controles remotos e comandar todos os aparelhos na tela do celular.

Com tanta tecnologia acessível assim, tornar a sua casa mais conectada, inteligente e segura com a Internet das Coisas já é possível.  Quer experimentar? Acesse www.positivocasainteligente.com.br