Digite abaixo o que você procura

Casa inteligente também é uma casa com mais acessibilidade

Tecnologias ajudam a melhorar a autonomia, o conforto e a segurança das pessoas com deficiência

22 de abril de 2020

Tecnologias ajudam a melhorar a autonomia, o conforto e a segurança das pessoas com deficiência

Casas inteligentes aumentam a qualidade de vida das pessoas com deficiência.

No Brasil, mais de 46 milhões de pessoas possuem alguma deficiência, o que representa 24% da população. Os dados são do censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A deficiência visual em algum grau é a mais frequente e acomete 18,8% da população; seguida da deficiência física, que atinge 7% das pessoas. Outros 5,1% possui algum tipo de deficiência auditiva e 1,4% sofre de deficiência intelectual.

Dentro desse universo se encontra também a realidade do Bruno Mahfuz, 35 anos, diretor-fundador do Guia de Rodas. “Quando falamos em deficiência e acessibilidade, geralmente as pessoas só conseguem visualizar quem nasceu com alguma deficiência e se exclui dessa possibilidade”, comenta Bruno, que sofreu um acidente de carro em 2001, o que o deixou em uma cadeira de rodas. 

Para reforçar a importância da acessibilidade, Bruno faz questão de destacar que ela é fundamental em todas as fases da vida e não apenas para as pessoas com algum tipo de deficiência. “Desde o bebê de colo até o senhor idoso. Ou ainda quando alguém sofre algum acidente, mesmo que a recuperação seja temporária. Imagina ter que mudar de casa por ter se machucado?”, completa.

É por colecionar experiências decorrentes da falta de acessibilidade desde o seu acidente que Bruno criou o Guia de Rodas. “Concluí que não há como aprimorar a acessibilidade sem tratar de uma questão anterior: a conscientização”, explica.

Bruno Mahfuz fundou o Guia de Rodas em 2016, depois de diversas experiências por conta da sua nova condição como cadeirante. Quando perguntado sobre o termo “portadores de deficiência”, ele faz questão de reforçar que o termo correto é “pessoa com deficiência”.

E, quando se fala em conscientização, é preciso buscar ampliar esse conceito,  abrangendo também os profissionais que planejam os comércios e as residências. “Acessibilidade beneficia todas as pessoas em todas as fases da vida”, destaca Bruno.

Ao encontro da necessidade de se oferecer autonomia, conforto e segurança (os três atributos da acessibilidade), é que a Positivo Casa Inteligente pode ser a melhor opção para proporcionar mais acessibilidade dentro das casas. Venha saber como!

POSITIVO CASA INTELIGENTE É ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO

Garantir um projeto de acessibilidade é mais que construir rampas de acesso para pessoas com deficiência física ou faixas para deficientes visuais no piso. É criar uma casa adaptada para todas as realidades.

Para isso, é preciso pensar em soluções inteligentes que deem a todas as pessoas independência em suas escolhas, aumentando sua qualidade de vida e evitando situações de constrangimentos como as que Bruno já passou ao longo da sua vivência como cadeirante. 

“Não consegui entrar na casa de um parente uma vez, foi muito chato. Em outra situação, tive que ir embora de um aniversário às pressas porque não havia banheiro”, lembra.

A vivência na cadeira de rodas fez Bruno perceber que acessibilidade não se restringe ao cumprimento das normas, mas sim a um conjunto de práticas que envolve infraestrutura, atendimento e, principalmente, a conscientização da sociedade sobre a importância do tema.

Aqui, a tecnologia encontra um papel imprescindível: ser aliada a soluções que aumentem a acessibilidade para as pessoas com deficiência. E esse também é um dos atributos das várias soluções apresentadas esse ano pela Positivo Casa Inteligente.

“Finalmente você deitou e esqueceu alguma luz acesa. Imagina o trabalho que é voltar para a cadeira de rodas para apagar uma única luz. Ou ainda quando você acabou de se transferir da cadeira de rodas para o sofá e esqueceu de pegar o controle da televisão? Eu poderia citar vários exemplos de como as tecnologias podem facilitar a nossa vida, esses são alguns pequenos exemplos para que todos possam visualizar”, ilustra Bruno.

Além de democratizar o acesso das pessoas à automação residencial e às tecnologias, a proposta da Positivo Casa Inteligente também busca ampliar as possibilidades de acessibilidade. Como?

As soluções da Positivo Casa Inteligente são aliadas na busca por ampliar as acessibilidades aos espaços.

Com a Smart Lâmpada Wi-Fi, por exemplo, você pode acender, apagar ou trocar a cor da luz por comando de voz. É só dizer “OK Google” e a lâmpada vai obedecer. Ainda é possível criar rotinas de programação para que a Smart Lâmpada acenda e apague nos horários definidos por você, tudo por meio do seu smartphone.

Já o Smart Plug Wi-Fi permite que você dê vida aos seus eletrônicos. Conectando os equipamentos ao plug, você passa a comandá-los por controle de voz ou ainda pelo seu celular, de qualquer lugar. Além de acompanhar o consumo mensal de cada aparelho.

Com as Smart Câmeras, você acompanha tudo o que acontece dentro da sua casa em alta resolução, de onde estiver, na tela do seu smartphone. Tanto a Smart Câmera Wi-Fi quanto a Smart Câmera 360 Wi-Fi também permitem que você ouça o que acontece no ambiente e fale com quem estiver lá. E ainda permitem gravação das imagens.

Se você quer reforçar a segurança da casa é possível, ainda, contar com a Smart Central e os sensores de movimento e de abertura de portas e janelas. Eles avisam em tempo real, no seu celular, se qualquer movimentação atípica acontecer na sua residência e ainda disparam a sirene da central de alarme.

E o Smart Controle Universal dá aquele toque final à sua autonomia e ao controle da sua casa. Com ele, você conecta todos os controles remotos que funcionam por infravermelho e passa a comandar todos os equipamentos do seu celular através do aplicativo da Positivo Casa Inteligente. Smart TV, ar-condicionado, home theaters e mais aquela montoeira de controles vão funcionar por meio do aplicativo.

Todos os produtos da Positivo Casa Inteligente são compatíveis com Google Assistente e Alexa, o que permite que você controle todas as suas soluções inteligentes de um único lugar.

“A acessibilidade beneficia todas as pessoas em todas as fases da vida. Utilizar-se das tecnologias nesse processo é fundamental, especialmente em casas e prédios antigos”, enfatiza o fundador do Guia de Rodas.

EXPERIÊNCIA MAIS ACESSÍVEL? VOCÊ PODE!

Você também pode contribuir para manter as pessoas com deficiência informadas sobre os locais que desejam frequentar. É só baixar o aplicativo Guia de Rodas e avaliar a acessibilidade dos lugares por onde passar. “É rápido e ajuda muita gente que precisa de informação planejar melhor seus destinos”, convida Bruno.

Certificar os espaços para proporcionar uma vida mais independente e oportunizar que sua casa seja acessível inclusive para você é uma realidade possível. Quer conhecer as soluções que vão ajudar nesse processo? Acesse www.positivocasainteligente.com.br