Digite abaixo o que você procura

Como automatizar a luz da sua casa sem comprar lâmpadas?

19 de março de 2021

Graças a popularização das tecnologias smart, hoje podemos contar com a automatização de diversos processos simples do nosso cotidiano. Quando o assunto são casas inteligentes, já é possível integrar esses recursos em eletroeletrônicos, eletrodomésticos, iluminação e segurança, tornando a residência um lugar muito mais confortável e seguro.

As tecnologias smart são capazes de se conectar à internet para garantir acesso remoto, rápido e prático para o usuário. Através de uma conexão Wi-Fi, os dispositivos se comunicam com alguma central de comando e permitem que o morador dê ordens simples como ligar, desligar ou desempenhar alguma função de qualquer lugar da casa – ou até mesmo quando estiver fora! Tudo pode ser controlado diretamente do seu smartphone através do aplicativo do fabricante, deixando as coisas ainda mais fáceis.

Se tratando da automatização das luzes, hoje em dia isso é facilmente possível através das lâmpadas smart, que podem ser conectadas à internet e controladas por um aplicativo. Contudo, uma das grandes vantagens das tecnologias inteligentes é a sua versatilidade, pois sempre existem dispositivos diferentes que proporcionam as mesmas funções de automatização para um mesmo elemento.

Saiba como automatizar a iluminação sem comprar lâmpadas smart e quais são as alternativas disponíveis.

Interruptor inteligente

O primeiro dispositivo que pode substituir uma lâmpada inteligente são os interruptores smart, que desempenham exatamente a mesma função, porém disponibilizando um pouco mais de opções para o usuário. Eles funcionam como um interruptor comum que é instalado na parede, só que com o diferencial de poder ser controlado não só por toque, mas também remotamente ou até por comando de voz.

Os interruptores smart são de fácil instalação, sendo necessário apenas a conexão com os fios neutros, fase e circuitos, seguido pelo encaixe do painel frontal. Eles funcionam com qualquer tipo de lâmpada, então não é necessário investir nos modelos smart. Contudo, algumas funções acabam se limitando a essas alternativas mais avançadas, como a capacidade de controlar a intensidade das luzes, por exemplo.

Ainda assim, esses interruptores cumprem o que prometem: eles permitem ligar e desligar as luzes diretamente pelo aplicativo de smartphone e é possível até mesmo programá-lo para fazer isso automaticamente em horários específicos, o que ajuda a economizar energia. Para utilizar os comandos de voz, é necessário a integração com algum assistente virtual, como o Google Assistente (que está disponível em qualquer dispositivo Android mais recente) e a Alexa da Amazon.

Um interruptor smart costuma conter até três botões diferentes, permitindo controlar três circuitos de iluminação distintos. Eles podem estar no mesmo cômodo ou em algum mais próximo, o que torna tudo mais atrativo ainda, já que é possível controlar as luzes de diferentes lugares da casa de forma rápida e prática.

O único detalhe que merece mais atenção é o tipo de instalação elétrica da casa. A maioria das instalações contam com apenas dois fios para fechar o circuito, mas um interruptor smart exige um terceiro para receber energia constante, afinal sem isso não é possível mantê-lo conectado à internet e, consequentemente, utilizar suas funções. Pode ser necessário realizar algumas adaptações.

Bocal inteligente

A segunda alternativa que substitui perfeitamente uma lâmpada smart são os bocais inteligentes, uma forma igualmente simples de automatizar as funções de iluminação da casa. Nesse caso, trata-se de um segundo bocal que é acoplado nos que já estão instalados, sendo necessário apenas conectar a lâmpada para começar a usar.

Um bocal smart pode se conectar a rede Wi-Fi para desbloquear acesso remoto, programação de horários e todos os outros recursos já citados diretamente pelo aplicativo do smartphone. Eles funcionam com qualquer tipo de lâmpada e a vantagem é que são a alternativa mais econômica do mercado, já que seu custo é consideravelmente mais baixo e não é necessária nenhuma mudança radical na infraestrutura da casa, pois eles podem ser conectados em qualquer bocal padrão A27.

Outra vantagem é que o design desses dispositivos é compacto e otimizado, então não fica uma peça avulsa no ambiente. Ele se adapta bem ao bocal em que está acoplado e não prejudica a estética do cômodo. Os bocais inteligentes também são compatíveis com os recursos dos assistentes virtuais, então além do controle via smartphone, também é possível designar comandos por voz.

Vale lembrar que, para qualquer uma das opções apresentadas, também é muito importante contar com uma boa conexão doméstica com a internet, de preferência com um roteador que tenha um bom alcance e cubra todos os cômodos da casa. O mais indicado é investir em um dispositivo que tenha, no mínimo, 2.4Ghz de frequência.

Agora que você já conhece todas as alternativas para automatizar a iluminação da sua casa sem precisar investir em lâmpadas smart, basta avaliar qual delas atende melhor a suas expectativas e necessidades.