Digite abaixo o que você procura

Como automatizar ventilador de teto?

22 de abril de 2021

Os ventiladores de teto elétricos são um dos acessórios mais comuns de se encontrar em uma casa. Simples, funcionais e eficazes, não há dúvidas de que qualquer modelo cumpre muito bem o que promete: ajudar a circular melhor o ar do ambiente em que está instalado e ainda servir como um poderoso aliado naqueles dias de calor intenso. Sua principal vantagem é justamente essa, ao invés de arejar o cômodo de forma alternada, um ventilador de teto consegue cobrir toda a área, já que está instalado em um ponto alto e fixo.

Com o tempo, os ventiladores de teto elétricos acabaram se tornando o modelo mais básico disponível no mercado, já que o avanço da tecnologia permitiu que novos recursos fossem implementados a este acessório, tornando-o cada vez mais completo. De forma mais específica, isso foi possível graças às tecnologias smart, que transformam dispositivos comuns do nosso cotidiano em objetos inteligentes que podem desempenhar suas funções de forma automática e remota.

Com a implementação dessas tecnologias, hoje podemos contar com os ventiladores de teto inteligentes, que podem tornar nosso dia a dia ainda mais prático. A seguir, entenda melhor como automatizar um ventilador de teto.

Qual a diferença entre os modelos?

Primeiramente, vamos começar entendendo melhor quais são as diferentes opções de ventiladores de teto disponíveis e como cada uma se difere entre si. Um ventilador tradicional possui duas funções primárias: girar para a esquerda a fim de empurrar ar frio para baixo ou girar para a direita buscando alcançar o efeito contrário. É um dispositivo multiuso que serve tanto para o calor quanto para o frio.

Geralmente os ventiladores de teto possuem três velocidades diferentes que podem ser alteradas através de um interruptor na parede ou de um controle remoto específico. Os modelos de controle remoto já são uma alternativa mais avançada, utilizando ondas de rádio ou infravermelho para se comunicar com o ventilador. É uma opção moderna que ainda se encontra no mercado, mas que já se tornou obsoleta após o lançamento dos ventiladores de teto inteligentes.

As tecnologias smart visam automatizar processos simples do nosso dia a dia. Através das casas inteligentes, hoje já podemos contar com uma residência altamente tecnológica, com lâmpadas, trancas, eletroeletrônicos e muitos outros dispositivos que podem ser interligados e controlados remotamente via smartphone ou controle remoto universal. Tudo que é necessário é uma boa rede doméstica para que todos esses acessórios possam ser conectados ao Wi-Fi e funcionarem à distância.

Um ventilador de teto inteligente segue a mesma premissa. Eles podem ser controlados através de um smartphone, controle remoto ou interface da web de qualquer lugar da casa ou, dependendo do modelo, até mesmo fora de casa! É possível ligá-los ou desligá-los à distância e até programá-los para funcionarem sozinhos em determinados horários pré-programados. É um produto de fácil instalação e uso que certamente faz bastante diferença no nosso cotidiano.

Automatizando um ventilador de teto

Os ventiladores de teto inteligentes são a melhor opção para quem quer automatizar o processo de circulação de ar, já que eles são fabricados especificamente para este fim e com todos os recursos necessários. Na maioria das vezes o fabricante disponibiliza um aplicativo específico para controlar o dispositivo, então é a forma mais fácil de alcançar esse propósito, já que basta instalar e começar a usar.

Contudo, existem outras formas de se automatizar um ventilador de teto. Para quem já possui um modelo tradicional e não pode investir em um totalmente novo, existem outros dispositivos inteligentes que podem ajudar! Nesse caso, o mais indicado seria adquirir um interruptor smart, que garante acesso remoto a tudo conectado a ele. Estes interruptores são igualmente fáceis de usar e instalar, garantindo acesso tátil ou à distância por smartphone. Tudo conectado a ele, como lâmpadas e o próprio ventilador de teto, podem ser controlados remotamente.

Outro recurso interessante são os assistentes virtuais, que têm acesso a todos os dispositivos inteligentes da casa e permitem o uso de comandos por voz. Basta dar uma ordem direcionada ao assistente, que pode ser do Google, a Alexa e outros, para que ele possa ligar seu ventilador sem a necessidade de usar o smartphone. Essa ferramenta acaba se limitando exclusivamente a dispositivos smart, independente de ser um interruptor ou o próprio ventilador, então antes é necessário fazer esse investimento.

Agora que você já sabe de tudo isso, basta escolher qual método se encaixa melhor em seu orçamento e suas necessidades. Existem diferentes modelos de ventiladores de teto smart e interruptores inteligentes disponíveis no mercado, cada um oferecendo suas próprias vantagens e limitações. O processo de automatização é simples, mas muitas vezes pode ser ainda melhor quando integrado com outros dispositivos da casa, oferecendo uma experiência mais completa e satisfatória.