Digite abaixo o que você procura

Tecnologias smart: trazendo a combinação perfeita entre o ambiente físico e digital

12 de março de 2021

Hoje vivemos uma época em que não é mais possível nos imaginarmos sem os benefícios da tecnologia. Em poucas décadas os avanços tecnológicos já alcançaram patamares surpreendentes e agora temos toda a praticidade e automatização que poderíamos desejar. É exatamente em cima desses aspectos que as chamadas tecnologias smart são desenvolvidas, um conceito que visa trazer o melhor entre estética e usabilidade, com recursos que tornam nossa vida cada vez mais simples.

Dentre as diversas possibilidades de se explorar as tecnologias smart, a que mais se destaca são as casas inteligentes ou smart homes, que buscam fundir tudo de melhor que esses avanços têm a oferecer com o conceito de residência. Com uma boa conexão com a internet e uma série de dispositivos smart, é possível desempenhar diversas funções remotamente, seja pelo smartphone ou por um controle remoto universal.

Entenda como as tecnologias smart podem facilitar a nossa vida e combinar design e praticidade entre o ambiente físico e digital.

O que define o termo smart?

Primeiramente, vamos entender melhor qual o principal conceito de uma tecnologia smart e o que a torna diferente de outros tipos de ferramentas do gênero. Um dispositivo inteligente é capaz de realizar algumas funções e atividades que nós mesmos costumamos fazer, ou seja, ele “pensa por si mesmo” graças a conexão com a internet. Não estamos falando especificamente de uma inteligência artificial, apenas de um recurso que podemos dar autonomia para realizar coisas simples.

Um exemplo que todos nós certamente temos grande vivência são os smartphones. Nesse caso, trata-se de um dispositivo com muitos recursos que ainda conta com o fator portátil, ou seja, podemos carregar essa tecnologia para todo lugar. Toda tecnologia smart segue o mesmo raciocínio, se interligando com outros tipos de dispositivos para melhorar a experiência do usuário e oferecer recursos mais completos.

Ainda usando de exemplo as smart homes, elas seriam casas comuns, porém integradas com uma série de dispositivos que automatizariam seus processos. O mercado já disponibiliza uma variedade muito grande dessas ferramentas, incluindo lâmpadas, fechaduras, dispositivos voltados para segurança e muito mais. Todos costumam ser de fácil instalação e raramente exigem alguma alteração estrutural muito radical, ou seja, qualquer casa pode virar smart sem a necessidade de realizar grandes reformas.

O foco desses recursos não está na estrutura da casa, mas sim na conexão com a internet. Será isso que fará com que todos funcionem em harmonia e se comuniquem remotamente com o seu smartphone, até mesmo quando não estiver em casa. O único fator que pode exigir mudanças mínimas está relacionado ao cabeamento dos dispositivos, mas nem todos utilizam cabos e hoje já existem modelos que funcionam com o simples ato de ligá-los na tomada.

Uma vez instalados, tudo o que já era simples fica ainda mais fácil: é possível acender e desligar luzes, ligar a televisão ou qualquer outro dispositivo eletrônico integrado, abrir ou fechar portas e muito mais, tudo com um simples comando de celular ou controle remoto. Quem utiliza assistentes virtuais também pode integrá-los a esses dispositivos, dessa forma permitindo usar o comando de voz para deixá-los realizar tais funções. De uma forma ou de outra, o objetivo principal de tornar as coisas mais práticas é alcançado com sucesso.

Como a tecnologia smart pode ser vantajosa?

Automatizar os processos do dia a dia já é algo atrativo o bastante, mas muitos podem não achar vantajoso o suficiente para fazer esse investimento. A boa notícia é que os benefícios das tecnologias smart vão além, podendo melhorar a segurança da casa e até mesmo garantir mais economia no consumo de energia elétrica diário.

Em casas inteligentes, essas tecnologias já são projetadas para serem mais econômicas e seus recursos de automatização também são um poderoso aliado. No caso das lâmpadas, por exemplo, é possível programá-las para ligarem e desligarem sozinhas em determinados horários do dia, assim dispensando a necessidade de mantê-las ligadas o tempo inteiro. Além disso, seus componentes LED também são mais econômicos, diminuindo ainda mais o consumo.

Um outro ponto importante é a melhora da segurança local. Com um sistema de câmeras de vigilância adequado, é possível enxergar o exterior e seus arredores de qualquer lugar, tudo através do seu smartphone. Quando integrado a outros componentes, como travas automáticas, por exemplo, é possível comandar portas de qualquer cômodo ou até mesmo quando não estiver em casa. Tudo isso oferece mais segurança e tranquilidade para os moradores.

A melhor parte é que todos esses exemplos são tecnologias acessíveis, fáceis de usar e que cabem no bolso. Até mesmo a contratação de empresas especializadas para a instalação dos dispositivos sai em conta, já que é um serviço simples e rápido de ser feito. Apesar de ainda ser novidade no Brasil, a variedade de recursos e ferramentas do gênero já é alta, então opções não faltam para deixar sua casa com diferentes funções e um grau de automatização que melhor atenda suas necessidades.