Digite abaixo o que você procura

Como funciona um sensor de movimento?

29 de janeiro de 2021

Alguém tenta pular o portão da sua casa e mesmo sem encostar em nada imediatamente o alarme dispara. O mérito desse sistema de segurança está nos sensores de movimento. Essa tecnologia hoje é bastante acessível e pode ser instalada com relativa facilidade.

Todavia nem todos os sensores de movimento são iguais. Existem sensores do tipo ativo e passivo e compreender as diferenças entre eles é essencial para que você possa escolher o modelo mais adequado para cada circunstância. Vamos entender como os sensores de movimento funcionam?

Como funciona um sensor de movimento?

A lógica de funcionamento de um sensor de movimento é basicamente a mesma dos nossos olhos. A diferença é que ele é capaz de detectar corpos seja em ambientes iluminados ou com completa ausência de luz. Algumas câmeras contam com sensores de movimento como forma de ativação da gravação de imagens.

Basicamente, os sensores de movimentos se dividem em ativos e passivos. Os ativos trabalham com emissão de um feixe de luz infravermelha enquanto os passivos fazem uma leitura das mudanças de luz no ambiente monitorado. A forma de funcionamento dessas tecnologias é determinante na escolha de qual tipo de equipamento você colocará na sua residência.

Sensor de movimento ativo

Um sensor de movimento ativo depende de dois dispositivos para funcionar. Um deles emite um feixe de luz infravermelho enquanto o outro o recebe. Esse sinal é comparado constantemente entre o tempo da emissão e o do recebimento do feixe. Quando há alguma diferença entre esses tempos em comparação com o padrão isso significa que algum objeto se interpôs sobre a luz.

É por isso que eles são utilizados em locais como muros de residência, portas e janelas, portas de elevadores, áreas de acesso restrito ou locais sem muro de alvenaria que podem ser facilmente invadidos.

sensor-de-movimento-como-funciona

Os sensores do tipo ativo mais modernos são programados para não disparar o alarme quando o objeto que se interpõe sobre a luz é considerado de pequeno porte, como por exemplo animais. Dessa forma, o dispositivo reconhece quando se trata de uma pessoa pulando o muro ou quando é apenas um pássaro que passou por ali.

Há que se considerar ainda a extensão dos feixes. Alguns modelos emitem e recebem o sinal com eficiência a poucos metros de distância – eles são os mais indicados para portas e janelas, por exemplo. Já aqueles com feixes de dezenas de metros são mais indicados para galpões terrenos ou grandes áreas abertas.

Sensor de movimento passivo

Mais simples, os sensores de movimento passivo não emitem luz infravermelha, mas sim fazem uma leitura das mudanças da luz infravermelha no ambiente monitorado. A lógica é a seguinte: seres humanos e animais normalmente têm um corpo mais quente do que objetos e emitem radiação infravermelha.

Quando um corpo quente como o de um ser humano passa diante do sensor isso faz com que a intensidade de radiação infravermelha aumente em relação ao padrão. Quando isso acontece, um alarme é disparado e assim o usuário é avisado de que há algo errado no ambiente.

Por suas características, os sensores de movimento passivo são usados mais em ambientes residenciais como salas e quartos, corredores de acesso, varandas ou áreas de acesso restrito, mas de dimensões menores.

Ainda dentro dos sensores passivos existem variações. Alguns detectam movimentos num ângulo de 90° enquanto outros podem detectar interações em um raio de até 10 metros. Fontes de calor intenso ou equipamentos de refrigeração podem afetar diretamente o desempenho desses sensores.

Ao optar pela utilização de um sensor passivo, o ambiente de instalação deve ser estudado. Se isso não for feito há o risco de que você escolha um sensor de movimento inadequado ou incapaz de proteger a residência de maneira adequada. Por isso, o ideal é pesquisar bastante antes de escolher um sensor de movimento ou ainda verificar as especificações técnicas do sensor incorporado aos modelos de câmera que você adquire.

…..

Conheça a linha completa de produtos da Positivo Casa Inteligente e descubra como os nossos sensores podem ser utilizados em sua residência. Investir em segurança nunca é demais, mas é fundamental que você escolha o equipamento correto para que não tenha decepções posteriormente.