Digite abaixo o que você procura

Internet Banda Larga: 4 aspectos para levar em consideração na hora de escolher a sua

8 de setembro de 2021

A Internet é sem dúvidas uma das maiores invenções deste século. Seja para trabalho, vida social ou lazer, é praticamente impossível encontrar alguém que não precise ou não a utilize no seu dia a dia.

Porém, se você possui um pouco mais de idade e experiência nesse mundo virtual, sabe que nem sempre foi fácil navegar na web. A internet começou a se popularizar no país de forma discada, onde muitos usuários tinham que esperar até de madrugada para conseguir pagar por um serviço que era muito mais lento e difícil de ser acessado do que as opções vistas atualmente.

Por sorte, a internet evoluiu para a banda larga, que é cerca de 1.830 vezes mais rápida do que a discada. Porém, há diversas opções de operadoras e planos disponíveis no mercado, o que deixa muitos usuários em dúvida de qual opção escolher.

Pensando nisso, criamos esse artigo para você, destacando os principais aspectos que devem ser levados em conta na hora de escolher o seu plano de internet banda larga.

Quais as opções disponíveis?

Antes de darmos as dicas para você conseguir escolher qual provedor e plano de internet contratar, precisamos informar sobre os diferentes tipos de internet banda larga que existem atualmente. Os principais tipos oferecidos são a internet via cabo, linha digital (DSL) e fibra óptica.

Linha digital (DSL)

A internet DSL foi a primeira opção de rede banda larga a surgir e se popularizar no Brasil. Para funcionar, ela precisa de uma linha telefônica, pois usa essa estrutura para conseguir conexão.

Por não ser a opção mais moderna nos dias atuais, dificilmente será possível encontrar planos capazes de atingir mais de 100 Mbps de velocidade. No entanto, a DSL pode ser uma boa alternativa para quem não acessa tanto a internet e quer um plano mais econômico.  

Internet via cabo

Funciona de forma semelhante a DSL, mas ao invés de precisar de uma linha telefônica, ela utiliza uma estrutura de cabeamento de rede, chamada de cabo UTP. Essa opção oferece uma velocidade bastante alta, sendo uma boa opção para quem gosta de usar serviços de streaming, jogos ou baixar programas mais pesados.

No entanto, como ela utiliza switches entre o provedor e o assinante, a capacidade de tráfego é limitada pela quantidade de clientes que usam o equipamento, e depende da energia elétrica dos postes da sua rua.

Fibra óptica

A fibra óptica é a melhor opção para quem quer alta velocidade e estabilidade de conexão. Ela usa pulsos de luz que viajam por um pequeno fio, sendo capaz de atingir altas velocidades. Porém, essa modalidade possui os planos de assinatura mais caros, sendo uma boa escolha somente para aqueles que realmente precisam de uma internet potente para realizar suas atividades online.

como-escolher-internet-banda-larga

Qual plano banda larga escolher?

O plano ideal varia muito de usuário para usuário. Conforme falado anteriormente, existem diversos provedores, que podem oferecer planos das opções da banda larga destacadas no tópico anterior, com velocidades de rede diferentes.

Você pode seguir esses critérios na hora de pesquisar e decidir qual opção é a ideal para a sua casa:

1. Busque o melhor custo benefício para o seu perfil de usuário

Antes de procurar por um plano banda larga, é preciso definir quais as suas necessidades ou intenções ao ter uma boa internet na sua casa. Você a usa com frequência? Quantas horas por dia? Para fins profissionais ou só entretenimento? É muito provável que você se encaixa em um desses três perfis:

  • Usuário básico: utilizam a internet para atividades simples, como e-mails, sites de buscas e redes sociais. Dificilmente usam algum programa ou site de streaming, e quase nunca fazem download de programas. Nesse caso, planos de até 30MB são capazes de oferecer a velocidade necessária para essas atividades.
  • Usuário moderado: além de usar a internet para atividades simples, consomem programas mais pesados como sites ou aplicativos de streaming, reuniões virtuais e provedores de armazenamento em nuvem. Também podem baixar alguns programas e jogos. Uma internet entre 30MB e 50MB pode ser uma boa escolha para esses usuários.
  • Usuário avançado: usuários que jogam games online e baixam programas pesados. Para garantir que a internet não se torne uma dor de cabeça, o ideal é contar com planos de no mínimo 80MB.

Sabendo qual o seu perfil, você não correrá o risco de pagar por um plano caro que não é necessário, ou então pagar por uma banda larga que irá te frustrar pela sua baixa velocidade.

2. Verifique o suporte técnico

Falhas de conexão ou demais problemas envolvendo a internet infelizmente ainda são possíveis de acontecer em qualquer plano. Ninguém quer ficar horas no telefone com um suporte que não é capaz de solucionar um problema, não é mesmo?

Por isso, verifique como é o suporte técnico do provedor que você está considerando contratar e quantos canais de comunicação ele disponibiliza na hora de uma emergência.

3. Verifique o nível de satisfação dos clientes atuais

Busque referências, seja entre o seu círculo social ou na internet, de usuários que assinam o mesmo plano que você deseja contratar. O provedor oferece um bom serviço, ou a internet cai toda hora, ou fica mais lenta do que a velocidade prometida no plano? Ao fazer essa pesquisa, você pode evitar muita dor de cabeça e insatisfação lá na frente.

4. Fique de olha nas taxas adicionais

De nada adianta escolher um plano barato, e depois verificar que ele cobra taxas adicionais por suporte, equipamentos e a sua instalação. Por isso, antes de assinar um plano, peça para o provedor ser transparente e informar todos os gastos que você terá enquanto paga pela sua banda larga.

Gostou deste artigo? Então que tal dar uma olhada no Smart Roteador Mesh Wi-Fi da Positivo Casa Inteligente? Com ele, você pode potencializar ainda mais a banda larga da sua casa, ampliando o sinal de transmissão da sua internet.

Ele ainda possui diversas funcionalidades, como controle parental, criação de novas redes para visitantes e tecnologia beamforming, que identifica a localização dos dispositivos que estão conectados à internet e direciona o sinal para onde eles estiverem. Veja os demais detalhes do Smart Roteador Mesh Wi-Fi e passe a ter uma banda larga muito mais potente no seu lar!

Links: Intnet [1] e [2]