Digite abaixo o que você procura

Qual a potência ideal para lâmpadas de LED?

27 de maio de 2021

Contar com uma iluminação adequada transforma cada ambiente. Além de afetar nossas emoções, as luzes emitidas por lâmpadas podem destacar ainda mais o design dos móveis e da decoração, deixando o local ainda mais moderno e aconchegante. Nesse sentido, as lâmpadas LED estão se tornando as preferidas entre os consumidores.

No entanto, existem atualmente diversos modelos de LED, que variam conforme o preço, consumo de energia e potência. Apesar das pessoas geralmente buscarem produtos que possuem um ótimo custo-benefício, a potência da luz emitida pela lâmpada também precisa ser levada em conta.

Neste artigo, vamos te explicar como identificar o poder de iluminação de uma lâmpada LED e como saber qual o potencial ideal para trazer uma boa iluminação para todos os ambientes do seu lar. 

Como identificar a potência de uma lâmpada?

Ao analisar diversos modelos de lâmpadas, você irá notar nas embalagens algumas especificações técnicas. As mais importantes para ficar de olho são o watt (W) e o lúmen (lm). Saber a diferença entre essas duas medidas é fundamental para conseguir identificar o produto certo.

O watt é uma unidade de medida que se refere à potência da lâmpada, logo, ao consumo de energia que ela gasta enquanto está ligada. No entanto, essa métrica não está relacionada à potência da luz emitida em si.

Por isso, fique atento porque nem sempre produtos com mais watts significam luzes mais fortes. Para saber a quantidade de luz que será emitida, é necessário verificar o lúmen. Essa unidade de medida se refere ao fluxo luminoso da lâmpada.

Sabendo distinguir e identificar essas duas unidades de medida, você conseguirá saber qual lâmpada possui a potência ideal para o local que você precisa.

Uma dica que podemos dar caso você queira contar com produtos mais eficientes e com bom custo-benefício, é buscar opções com uma boa eficiência luminosa. Para encontrá-la, basta fazer o seguinte cálculo: 

Eficiência luminosa = lúmens (lm)/ watts (W). 

Nesse sentido, lâmpadas LED, com as ofertadas pela Positivo Casa Inteligente, possuem uma ótima vantagem em relação aos outros modelos de lâmpadas. Geralmente, 1 watt de LED equivale a 10 watts de uma lâmpada incandescente e 2,5 watts de uma lâmpada fluorescente.

Dessa forma, lâmpadas LED conseguem entregar um bom nível de iluminação com um consumo de energia menor. 

Escolhendo o modelo ideal

Agora que você sabe as diferenças entre watt e lúmen, e entendeu que as lâmpadas LED possuem um nível de potência muito superior ao de outros modelos, você pode estar se perguntando como saber qual o modelo de LED irá trazer a luz ideal para os ambientes da sua casa.

Primeiramente, é preciso conhecer o ambiente em si. Quantos metros quadrados ele possui? Quantas pessoas circulam neste ambiente? Elas ficam muito tempo nele? Quais as principais atividades que acontecem no local? Essas são algumas perguntas que você deve saber responder antes de procurar a lâmpada LED ideal.  

lampadas-led-potencia-ideal

Isso é necessário porque cada local da sua casa possui um propósito, medidas e detalhes exclusivos. A sua sala de estudos, por exemplo, irá exigir um fluxo luminoso muito mais intenso do que o seu quarto ou sala de estar, que são ambientes mais casuais e devem contar com luzes mais suaves para ficarem mais aconchegantes.

Para ajudar a saber o fluxo luminoso necessário para cada ambiente da sua casa, siga as especificações listadas abaixo. São mostrados a quantidade recomendável de lúmens por metro quadrado (lux) para cada cômodo.  

  • Escritório/sala de estudos – 300 – 500 lux
  • Sala geral – 100 – 200 lux
  • Quarto – 100 – 200 lux
  • Cozinha – 100 – 500 lux
  • Banheiro – 200 – 500 lux
  • Escada/garagem/dispensa – 75 – 150 lux 

Fique atento a temperatura da cor

Outro fator para levar em consideração é a temperatura da lâmpada. No entanto, não estamos falando se o aparelho fica quente durante o seu uso ou não. Estamos falando sobre a tonalidade da cor da luz emitida, que pode variar de quente (luzes amareladas), neutra ou fria (luzes brancas mais azuladas).

Por serem mais propensas para momentos de descanso, lâmpadas com temperaturas quentes são recomendáveis para ambientes como um quarto ou sala de estar. Por outro lado, lâmpadas frias, devido à forte luz branca emitida, podem nos ajudar em momentos que precisamos estar mais focados, como a cozinha ou o escritório.

Conte com as melhores lâmpadas

Além de influenciar no nosso foco ou descanso, uma iluminação correta evita que tenhamos diversas adversidades, como problemas de vista ou pele, além de dor de cabeça ou alterações no humor.

Por isso, contar com as melhores lâmpadas LED é essencial. Conheça a linha de smart lâmpadas da Positivo Casa Inteligente. Graças a sua tecnologia, é possível, em um único produto, contar com mais de 16 milhões de cores de luz. Além disso, você pode pelo seu celular ligar ou desligar as luzes, ou então ajustar a intensidade ou a temperatura da luz emitida.

Todas as lâmpadas possuem um ótimo custo-benefício e são fáceis de serem instaladas. Além disso, elas são compatíveis com o Google Assistente e com a Amazon Alexa. Dessa forma, é possível comandar a iluminação da sua casa apenas com comandos de voz.

Conte com produtos inteligentes que vão trazer muito mais conforto e praticidade, além de possuírem a potência ideal de iluminação que você precisa. Saiba mais!

Links: Energilux, Iluminim, AECweb, Demabi Materiais